Concentre-se nas suas aplicações e otimize a sua competitividade

Desenvolva, implemente e faça a gestão das suas aplicações, websites e serviços na cloud. Tem à sua disposição um ecossistema de soluções PaaS, disponíveis "on demand" e faturadas consoante a sua utilização, que lhe permite:

  • Acelerar o seu time-to-market
  • Controlar o seu orçamento
  • Garantir a proteção dos seus dados

Para o/a ajudar a lançar-se no Public Cloud, oferecemos-lhe um crédito de 400 euros*. Também poderá solicitar um crédito de 1000 euros**.

* Quantidade limitada, ver Termos e Condições “Black Friday Public Cloud PaaS 400”
** Quantidade limitada, ver Termos e Condições “Black Friday Public Cloud PaaS 1000”

 

Solicitar crédito

Move_to_PaaS

Os desafios

Numa economia digital, as suas aplicações são o produto que comercializa ou a sua ferramenta de produção. Para permanecer competitivo, deve criar, manter, enriquecer e dimensionar as suas aplicações respeitando as suas limitações profissionais. O nosso catálogo PaaS está aqui para o/a ajudar.

Descubra os casos de uso dos nossos clientes em vídeo

Envie a sua solicitação para beneficiar de um crédito de 1000 euros**

** Quantidade limitada, ver Termos e Condições “Black Friday Public Cloud 1000”

O que é o PaaS?

PaaS é um dos três tipos de serviços do cloud computing (com o IaaS e o SaaS), que designa uma plataforma que um fornecedor cloud coloca à disposição de um utilizador através da rede, daí o seu nome em inglês Platform as a Service (plataforma enquanto serviço). Esta plataforma é alojada pelo fornecedor, dentro da sua infraestrutura. O utilizador liga-se à plataforma através da sua Área de Cliente, um painel de controlo ou uma API, e será faturado consoante a utilização da solução, ao mês ou à hora (dependendo da solução e dos sistemas de faturação do fornecedor). Este modelo traz muitas vantagens às empresas, nomeadamente o facto de poderem fornecer às suas equipas (programadores) uma plataforma para as ajudar no seu trabalho quotidiano, sem ter de se preocupar com a respetiva manutenção. O fornecedor, por sua vez, é responsável pela manutenção da infraestrutura física, na qual está alojada a plataforma. Assim, as empresas não precisam de investir em servidores locais nem de dar formação sobre manutenção às equipas para poderem usufruir das ferramentas.

Porquê migrar para o PaaS?

Se já possui uma plataforma, a migração para uma cloud é o próximo passo que deve ter em conta. Quando dispõe de uma infraestrutura para fazer funcionar a sua plataforma, a sua manutenção custa tempo e dinheiro. Se migrar para a cloud, deixará de ter de se preocupar com isso, pois poderá concentrar-se nas suas aplicações e nos seus dados empresariais. Desta forma, otimizará a sua reatividade aos pedidos de clientes e obterá uma verdadeira vantagem concorrencial. Se precisar de adicionar recursos adicionais, a cloud permite-lhe adaptá-los rapidamente, ao contrário dos ambientes "on-premise". Além disso, um fornecedor cloud poderá oferecer-lhe uma maior segurança graças aos protocolos de conformidade para os seus dados (RGPD, HDS, etc.) e uma proteção como o anti-DDoS.