Servidor DNS


O que é um servidor DNS?

O Domain Name System (DNS), ou sistema de nome de domínio, é o serviço que assegura a ligação entre o domínio e o endereço IP de um servidor. Permite ao utilizador não ter de conhecer o endereço de IP exato de um site para poder aceder ao mesmo.

Web Cloud Icon

Como funciona um servidor DNS?

Quando se introduz um domínio num browser, o pedido é enviado ao servidor DNS. Este responde ao pedido fornecendo o endereço IP do servidor web associado. O browser pode então enviar o pedido ao servidor-alvo e, em seguida, remeter ao internauta os dados recebidos, ou seja, o site procurado. Na OVHcloud, o servidor DNS está incluído sem custos adicionais e pode ser utilizado com o seu domínio, alojamento web, CDN, SSL e contas de e-mail.

Do pedido DNS à apresentação de uma página web

Uma pesquisa na web desencadeia uma série de etapas que permitem ao internauta aceder ao conteúdo que deseja consultar.

  1. Através da sua ligação à Internet, o internauta introduz um URL («ovhcloud.com», por exemplo) num browser. Este pedido é enviado pelo modem-router ao servidor de resolução DNS que se encarrega da resolução do domínio.
  2. O servidor de resolução DNS, normalmente o do fornecedor de acesso à Internet (FAI), recebe o pedido e transmite-o ao servidor-raiz do DNS.
  3. O servidor-raiz responde indicando o servidor correspondente à extensão do domínio TLD (top-level domain) associada ao domínio procurado (neste caso, «.com»).
  4. O servidor de resolução DNS envia o pedido ao servidor de nomes em «.com». Este responde indicando o servidor DNS responsável pelo domínio procurado.
  5. O servidor de resolução do fornecedor de acesso à Internet envia o pedido ao servidor DNS, que consulta os endereços IP e fornece o pedido correspondente ao servidor web associado ao domínio («ovhcloud.com»).
  6. O endereço IP é transmitido ao browser e armazenado em cache DNS para uma consulta posterior mais rápida.
  7. O browser apresenta o pedido HTTP (Hypertext Transfer Protocol) «ovhcloud.com» ao servidor web correspondente ao IP atribuído pelo servidor de resolução DNS.
  8. O servidor web responde devolvendo o conteúdo correspondente a «ovhcloud.com», ou seja, a página inicial do nosso site.
DNS

Zona DNS e subdomínios

As informações utilizadas pelo servidor DNS para resolver os pedidos e efetuar os reencaminhamentos DNS são inscritas num ficheiro, também chamado «zona DNS». Este ficheiro contém várias informações técnicas detalhadas, chamadas registos. Geralmente, nele encontram-se os registos correspondentes às localizações do site, do servidor de correio e de cada elemento relacionado com o domínio e os subdomínios. Isto permite indicar, para cada um deles, a localização dos ficheiros correspondentes no seu servidor. Desta forma, o internauta tem acesso ao conteúdo correto.

Os diferentes tipos de registos da zona DNS:

  • registo MX: é utilizado quando os endereços de e-mail estão associados ao domínio. O registo Mail Exchange reencaminha os e-mails para o endereço do servidor de correio eletrónico;
  • registo CNAME: permite adicionar um alias (mail, www, subdomínio) a um domínio;
  • registo A: por vezes chamado registo de fornecedor de alojamento ou registo de hosts. Associa o domínio ao endereço IPv4 de um servidor;
  • registo AAAA: tal como o registo A, associa o nome do host, mas desta vez ao endereço IPv6 de um servidor;
  • registo TXT: contém valores no formato texto, frequentemente informações indicativas que podem ser consultados do exterior. É frequentemente utilizado para validar um pedido associado ao domínio, como a propriedade, ou para assegurar a segurança do servidor de e-mail, com os protocolos DKIM, SPF e DMARC;
  • registo SOA: inclui vários campos de informações gerais da zona DNS, como o nome da zona ou a data da última atualização;
  • registo NS: permite informar os servidores DNS do domínio.

Para cada registo, deve determinar o valor «time to live» (TTL). Este dado define, em número de segundos, a frequência com que uma eventual modificação pode ser tida em conta.

Sobre o servidor DNS

O seu domínio com a OVHcloud

A reserva de um domínio OVHcloud oferece inúmeras vantagens. Este é entregue com um espaço de alojamento web de 10 MB e uma conta de e-mail de 5 GB oferecidos. Também inclui a solução DNSSEC, que serve para proteger o seu domínio e autenticar a zona DNS. O nosso serviço Easy Redirect oferece-lhe igualmente a possibilidade de reencaminhar o domínio para uma das suas redes sociais.

A opção DNS Anycast, para uma maior acessibilidade

Esta opção permite acelerar o servidor DNS otimizando o seu funcionamento. O DNS Anycast pode ser ativado automaticamente, para uma implementação instantânea nos nossos servidores. Ao duplicar a sua zona DNS nos diferentes pontos de presença mundiais, está a prevenir uma eventual indisponibilidade do servidor DNS clássico. Ao reencaminhar para o servidor DNS fisicamente mais próximo dos pedidos, reduz a latência de resposta, para uma rápida apresentação das páginas web.

Respostas a questões frequentes

O que é um domínio?

O domínio constitui o endereço do seu site. Permite fornecer um endereço alternativo ao endereço IP do servidor onde está armazenado o seu conteúdo. Se o uso de um endereço IPv4 já era obrigatório para se procurar um site, a utilização dos endereços IPv6 torna a manipulação ainda mais complexa devido ao seu comprimento. Consoante a configuração do servidor, vários domínios podem ter um endereço IP idêntico. O reencaminhamento DNS é então efetuado para o espaço de alojamento onde está armazenado o site correspondente ao domínio procurado. Escolher um domínio e uma extensão que apresentem melhor a sua atividade e o objetivo do seu site, blogue ou loja online é uma etapa importante do seu desenvolvimento na web.

Todas as extensões de domínios disponíveis estão na OVHcloud ao melhor preço!

Posso alterar os servidores DNS do meu domínio?

É muito simples: Basta aceder à secção do seu domínio na Área de Cliente. Poderá então alterar os DNS atuais e substituí-los pelo endereço de servidores externos. Também pode consultar o nosso guia pormenorizado sobre a gestão e a modificação dos servidores DNS.

Posso modificar a minha zona DNS?

Sim, pode configurar totalmente o seu ficheiro de zona DNS, a partir da Área de Cliente OVHcloud. Graças à nossa ferramenta, adicione elementos de forma simples ao introduzir as respetivas informações. Pode também editar manualmente os seus registos DNS em modo de texto e conservar um backup local.

Como encontrar um domínio acessível?

O preço do domínio depende de vários fatores, incluindo a extensão escolhida. No entanto, um domínio barato não significa que seja menos interessante do que outro. São as suas necessidades a ditar a extensão de domínio mais pertinente. Por exemplo, se a sua atividade está associada ao setor imobiliário, pode escolher a extensão associada a este setor, a saber: «.imo». A OVHcloud, enquanto agente de registo (também conhecido como «registrar»), trata das questões administrativas afins.

O meu servidor DNS não responde, o que devo fazer?

Se o seu site está inacessível, é possível que o erro venha da sua configuração DNS. O seu servidor DNS não responde ou está indisponível? Pode consultar a nossa documentação para resolver o problema de servidor inacessível.

Posso alterar o servidor DNS utilizado pelo meu browser?

Sim, é possível modificar o servidor DNS do seu browser. Aceda aos parâmetros de rede deste último para efetuar as alterações necessárias. Em geral, pode escolher diretamente um fornecedor diferente, ou introduzir manualmente os DNS primário e secundário. Falamos de DNS primário, zona primária ou servidor primário, e de DNS secundário, zona secundária ou servidor secundário. Também é possível alterar a zona DNS em Windows nos parâmetros de rede. Em Linux (Debian e Ubuntu), a modificação efetua-se em linha de comandos através da consola e/ou do terminal.