Os elementos importantes para conseguir o alojamento de media em servidores dedicados

Hosting media OVHcloud

Os elementos importantes para conseguir o alojamento de media em servidores dedicados

Porquê considerar um servidor dedicado para o seu próximo projeto de alojamento em vez de soluções cloud?

O streaming tornou-se rapidamente num elemento omnipresente da nossa vida pessoal e profissional. Hoje em dia, praticamente todo o mundo acede às plataformas mais populares (Netflix, SoundCloud, Spotify ou BBC iPlayer) através do telemóvel e computador, com uma utilização de até 15 horas por semana [1]. Aquando da redação deste texto, estima-se que o mercado de streaming de vídeos represente mais de 125 milhões de dólares até 2025. Ainda melhor: serviços como Plex permitiram a qualquer pessoa alojar ficheiros e media num espaço de armazenamento seguro e isolado, dotado de sistemas de gestão de conteúdos integrados. Estes documentos só podem ser acedidos por um número limitado de utilizadores finais, independentemente do seu nível de conhecimentos técnicos.

Podem a seguir ser integrados com as ferramentas de criação de websites mais populares, como Drupal, WordPress e Squarespace, sem que precise de alojar media nos seus servidores web. As possibilidades para os particulares, as empresas em crescimento e os grandes grupos que procuram reforçar a sua presença online são enormes. Mas independentemente da natureza do seu projeto de difusão de conteúdos, o bom hardware (mais precisamente, o bom servidor) é essencial.

Uma rede sólida, que oferece desempenhos rápidos e constantes à escala mundial

A largura de banda necessária para o sucesso dos projetos de streaming – incluída em cada servidor O mais alto nível de proteção para os seus ficheiros e media

Pode implementar todos os modelos das nossas gamas bare metal num dos nossos 30 datacenters em todo o mundo, garantindo que os seus ficheiros e media podem ser alojados perto dos seus utilizadores finais, minimizando a latência.

Esta alta disponibilidade mundial é ainda reforçada pela nossa rede de pontos de presença (PoP), que podem ser todos ligados com segurança à rede privada segura vRack da OVHcloud.

Isto é suportado por uma vasta gama de servidores dotados dos últimos processadores e GPU, ideais para a transcodificação dos seus media, para os quais usufruirá de um acesso root.

Isto significa que a otimização dos desempenhos, da velocidade e do tempo de resposta é simples e fácil.

Todos os servidores dedicados da OVHcloud são entregues em versão standard com uma largura de banda pública mínima de 500 Mbps: a rampa de lançamento ideal para resultados coerentes em todas as regiões onde os seus utilizadores finais estão sediados.

Isto inclui uma função burst, para lidar com picos de tráfego ocasionais, e a possibilidade de aumentar a sua largura de banda e torná-la garantida em apenas um clique, através da interface de gestão da OVHcloud.

Além disso, o tráfego de entrada e de saída é ilimitado (exceto na região da Ásia-Pacífico), o que facilita mais do que nunca o controlo dos seus custos.

Quer seja para os ficheiros essenciais da sua empresa ou os suportes preciosos da sua família, a OVHcloud trata da segurança dos seus dados com a maior atenção, desde migrações iniciais até armazenamentos a longo termo.

Todas as soluções físicas e virtuais que implementamos nos nossos datacenters cumprem todas as regulamentações pertinentes em matéria de proteção de dados, como o RGPD na Europa.

Além disso, todas as nossas gamas de servidores são protegidas pelos nossos melhores dispositivos de segurança (incluindo a nossa proteção anti-DDoS, líder do mercado), de forma a garantir que os seus servidores são totalmente protegidos em caso de ataque e que o seu tempo de funcionamento não é afetado.

Porquê considerar um servidor dedicado para o seu próximo projeto de alojamento em vez de soluções cloud?

É verdade que os serviços cloud, como os VPS ou Hosted Private Cloud, são flexíveis, escaláveis e acessíveis se pretender simplesmente gerir ficheiros de música ou vídeos num servidor virtual. Contudo, se pretender configurar um serviço de streaming pessoal ou uma plataforma de difusão de conteúdos para o seu website, construído numa plataforma como Plex, a potência bruta e os recursos de um servidor totalmente dedicado tornam-se cada vez mais importantes. Tal como para qualquer projeto exigente em recursos, a potência e o desempenho de um servidor físico são a melhor solução.

A nossa recomendação

Advance-3

A partir de 80,74 € + IVA/mês
Intel Xeon-D 2141I
8 cores / 16 threads - 2.2 GHz
32 GB DDR4 ECC
2×4 TB HDD SATA
Largura de banda pública: 1 Gbps
Selecionar

Infra-1

A partir de 94,99 € + IVA/mês
Intel Xeon-E 2274G
4 cores / 8 threads - 4 GHz
32 GB DDR4 ECC
2×960 GB SSD NVMe
Largura de banda pública: 1 Gbps
Selecionar
Novo

Scale-1

A partir de 341,99 € + IVA/mês
AMD Epyc 7402
24 cores / 48 threads - 2.8 GHz
256 GB DDR4 ECC
2×1.92 TB SSD NVMe
Largura de banda pública: 1 Gbps
Selecionar

Dica 1: Automatize a gestão do tráfego do seu website

Em função do local onde os seus ficheiros e media estão alojados e da localização dos seus utilizadores finais, o roteamento inteligente do seu tráfego é crucial. O Load Balancer da OVHcloud elimina todo o stress ligado a este processo: reparte automaticamente os seus recursos disponíveis onde são mais eficazes. Além disso, também oferece tempos de resposta otimizados, assim como uma tolerância elevada às avarias, dois elementos essenciais de qualquer serviço de streaming de ponta. Assim, poderá maximizar o desempenho e a velocidade, evitar os tempos de interrupção inúteis e enfrentar eventuais picos de tráfego.

Dica 2: Considere um servidor dedicado de armazenamento para os seus ficheiros

Quando as empresas são confrontadas com fugas de ficheiros sensíveis (como a publicação de filmes antes da sua saída oficial), a causa mais provável é que uma pessoa obteve um acesso não autorizado aos servidores nos quais esses documentos estão alojados, através da Internet. No entanto, este risco pode ser amplamente atenuado com a implementação de um servidor dedicado de armazenamento da OVHcloud, equipado com discos SATA, NVMe ou SSD. Assim, os seus ficheiros ficam armazenados numa máquina totalmente isolada, que é, a seguir, ligada aos seus principais servidores através do vRack da OVHcloud. Isto garante que os seus ficheiros de vídeo e de áudio não serão acessíveis. Além disso, a potência bruta da sua infraestrutura poderá ser 100% dedicada às suas plataformas e aplicações de streaming.

Dica 3: Seja criativo para gerir os picos de tráfego

É possível que, ocasionalmente, tenha de enfrentar picos elevados de tráfego. Terá de os ter em conta se quiser evitar que os seus fluxos sofram uma diminuição de desempenho. Tal como foi mencionado anteriormente, cada servidor dedicado da OVHcloud inclui uma largura de banda aumentada (burst) por esse motivo. Contudo, se prevê um aumento importante de tráfego por diferentes razões (por exemplo, uma sessão de formação à distância, uma conferência online ou o lançamento de uma nova série), a Área de Cliente da OVHcloud permite implementar facilmente servidores físicos ou cloud adicionais durante esses picos, e eliminá-los a seguir. Assim, só pagará pelos recursos que precisar, quando for necessário. Naturalmente, o vRack e o Load Balancer garantem que todos os servidores adicionais irão oferecer o melhor nível de desempenho possível.

Até pode adotar uma abordagem híbrida, ligando instâncias Public Cloud aos seus servidores para enfrentar os picos de tráfego e dar-lhe um nível de agilidade e de escalabilidade adicional. Estes servidores virtuais podem ser retirados em apenas um clique quando já não forem necessários.