Monitorização de servidores com servidores dedicados

Monitoring OVHcloud

O que é a monitorização?

A monitorização consiste em recolher métricas, como a latência, o tráfego ou os dados, para determinar o estado dos servidores individuais, clusters de servidores, aplicações e redes que compõem uma infraestrutura. Esta prática inclui tanto a monitorização dos servidores em tempo real para detetar possíveis falhas como uma análise a curto e longo prazo do desempenho da infraestrutura. Todas estas métricas formam um sistema de monitorização que permite que os utilizadores armazenem, visualizem e estabeleçam alertas e respostas automatizadas concretas, com o objetivo de identificar novas oportunidades de otimização e melhoria da infraestrutura.

Esta vista do desempenho do seu sistema é fundamental na hora de identificar e resolver rapidamente os problemas de saúde e de desempenho, permitindo tomar uma decisão baseando-se nos dados. Além disso, a monitorização das máquinas individuais, aplicações e redes permitir-lhe-á saber quando escalar a sua infraestrutura ou resolver os erros.

Quer esteja a monitorizar uma infraestrutura on-premises ou serviços alojados num datacenter externo, com um servidor dedicado bare metal terá a garantia de que as suas soluções de monitorização usufruem de um nível ideal de disponibilidade, assim como de que todos os seus logs ficam seguros e acessíveis.

Reduza ao mínimo o tempo de inatividade

Recolha informações valiosas para o seu negócio Configure uma rede mundial de monitorização
Uma monitorização eficiente dos servidores permitir-lhe-á identificar automaticamente qualquer necessidade em matéria de manutenção e adotar as medidas adequadas. Desta forma, poderá planear as suas operações de manutenção para reduzir o tempo de inatividade do servidor, evitar interrupções do serviço e implementar planos eficazes de recuperação após desastres. Assim, também poderá automatizar os alertas para ativar uma rápida intervenção das equipas.

A monitorização do servidor não só consiste na resolução de problemas, como também lhe pode oferecer um fluxo constante de dados em tempo real do seu negócio, com os quais poderá impulsionar o desenvolvimento da sua infraestrutura. Por exemplo, poderá identificar quando e onde o seu website ou aplicação recebe mais visitas para, dessa forma, implementar recursos adicionais nesses momentos e localizações para oferecer uma experiência de utilizador ideal.

A presença da OVHcloud em todo o mundo pode ajudá-lo a impulsionar o crescimento do seu negócio. Configure um servidor dedicado para monitorização em qualquer um dos nossos 30 datacenters situados em 4 continentes e faça a gestão da sua rede mundial desde uma única interface fácil de usar: a Área de Cliente da OVHcloud. Caso precise de melhorar as suas prestações em matéria de desempenho, segurança e disponibilidade, pode integrar um servidor dedicado para armazenamento.

   
     

A nossa recomendação

Rise-1

A partir de 52,24 € + IVA/mês
Intel Xeon E3-1230v6
4 cores / 8 threads - 3.5 GHz
32 GB DDR4 ECC
2×2 TB HDD SATA
Largura de banda pública: 500 Mbps
Selecionar

Rise-2

A partir de 61,74 € + IVA/mês
Intel i7-7700K
4 cores / 8 threads - 4.2 GHz
32 GB DDR4
2×4 TB HDD SATA
Largura de banda pública: 500 Mbps
Selecionar

Rise-3

A partir de 66,49 € + IVA/mês
Intel Xeon E5-1650v4
6 cores / 12 threads - 3.6 GHz
64 GB DDR4 ECC
2×2 TB HDD SATA
Largura de banda pública: 500 Mbps
Selecionar

Dica 1: evite as perdas de métricas

Nas infraestruturas de maior tamanho, os elevados volumes de métricas geradas pode dificultar a obtenção de dados viáveis. É aquilo que chamamos “metrics bleed”, ou perda de métricas. Na hora de implementar a sua própria solução de monitorização de servidores, é importante analisar se isto pode ser um problema a curto ou longo prazo, visto que algumas plataformas de monitorização de servidores incluem ferramentas que garantem que os dados que são monitorizados e analisados são corretos. Isto permite obter uma imagem mais precisa e útil possível do desempenho da infraestrutura.

Dica 2: desenvolva um sistema de alerta eficaz

Tal como explicado anteriormente, uma monitorização eficaz do servidor garante uma intervenção humana o mais rápido possível, sempre que seja necessário. No entanto, é importante implementar um sistema de alertas corretamente concebido para evitar o risco de os alertas não serem corretamente priorizados ou, pior, que estes se percam no tráfego de e-mails diários. Assim, um sistema eficaz deve ser capaz de classificar estes alertas em função da gravidade, assim como de garantir que são enviados ao contacto ou equipa correta através de vários canais (e não só por e-mail), de forma a que o problema seja resolvido o mais rápido possível através de processos documentados.

Dica 3: escolha as ferramentas de monitorização e os painéis de controlo adequados

Embora seja possível criar as suas próprias ferramentas de monitorização a nível interno, existem diversas soluções open source consolidadas com as quais poderá simplificar drasticamente o processo de monitorização. Por exemplo:

  • Scollector
  • Telegraf
  • Snap
  • Beamium e Noderig
  • StatsD
  • Collectd

Cada uma destas soluções oferece uma série de vantagens e inconvenientes, pelo que deverá escolher a opção que melhor se adapta às necessidades do seu projeto. Em particular, deverá ter em conta as métricas específicas que pretende monitorizar e a forma como quer que sejam apresentadas. É crucial poder visualizar o funcionamento dos servidores à primeira vista. Poderá instalar qualquer uma destas soluções nos servidores dedicados da OVHcloud graças ao acesso como utilizador root.

Contudo, não se esqueça de que a OVHcloud conta com um sistema próprio de monitorização em todos os servidores alojados nos seus datacenters. Isto permite simplificar e automatizar a monitorização do desempenho dos servidores bare metal em tempo real, utilizando métricas importantes como a CPU, a RAM ou o espaço em disco. A OVHcloud implementa dois tipos de monitorização para garantir o desempenho e o estado das soluções de clientes alojadas nos seus datacenters:

  • Monitorização dos hosts. Gestão do hardware físico.
  • Monitorização de aplicações. Monitorização das soluções alojadas num servidor.

Assim, se decidir migrar de uma infraestrutura on-premise para a cloud ou para servidores alojados nos nossos datacenters, poderá continuar a monitorizar os seus sistemas como tem feito até agora.